2 Comments

  1. deliriumscribens
    3 de Maio de 2017 @ 17:08

    Bom texto, gostei. Me identifiquei. Na verdade, estou na mesma. Veja que coincidência, vi uns posts mais antigos seus – explorando o blog que conheci não faz muito – e estamos concorrendo no mesmo prêmio (Sesc). Terminei o romance no começo do ano e agora parece que pus a vida em pausa, só estou esperando coisas que comecei antes acontecerem. É engraçado. Claro, não é só o livro que está desse jeito, tem outras coisas. Passa um sentimento de inação, mas não é isso, porque tem coisas acontecendo, de certa forma…
    Bom, o que eu fiz foi começar um diário de uma viagem que fiz ano passado e acabou que era o que eu precisava pra mais ou menos “fechar” um livro de contos. Vejamos o que acontece. Na minha experiência, pelo menos com a escrita, o melhor sempre é mostrar, nem que seja só uns pedaços. Mal nunca faz. São as duas únicas opções, né? Continuar escrevendo e deixar que leiam.
    Ah, e já que tu pediu pra mostrar, os pedaços do diário de viagem tão aqui:
    https://deliriumscribens.wordpress.com/category/zuihitsu-ba/

    Reply

    • amandajacobus
      3 de Maio de 2017 @ 19:27

      Vou te dizer que me arrepiei de ler teu comentário! Grata por compartilhar. Vamos mostrando então, sentimentos, ideias e passagens! Já estou te seguindo! 🙂

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que o futuro reserva?

Meu nome é Amanda Jacobus. Publicitária, curiosa, leitora, viajante.

Criei o Livres e Selvagens em 2011, mas foi só em 2014 que coloquei minha cara no mundo, divulgando e fazendo um trabalho semanal. O nome Livres e Selvagens surge da frase de Thoreau: “Todas as coisas boas são livres e selvagens”… Leia mais

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Receba nossos posts por e-mail e fique por dentro!

Facebook

Pinterest

Follow Me on Pinterest