A flor que desabrocha em meu peito

Meus sentimentos não mentem que o que eu sinto é totalmente verdade, com o perdão da redundância. É algo muito mais forte do que jamais senti. É uma flor que se abre no peito, desabrocha cada vez que te vejo sorrir. Aquele tipo de entendimento, que tudo de melhor quero pra ti. Dou-te aquilo que eu sempre quero. O final do Cornetto, com aquela explosão de chocolate misturada ao gelado do sorvete. Nunca abriria mão disso, a não ser para te ver lambuzar-te todo. Aquela gota feliz de sorvete de creme descendo pelo teu queixo, alegre por estar percorrendo teu pescoço inteiro. Por ti, comeria as casquinhas da torrada e deixaria somente a parte do centro. Aquela sabe? Com o queijo, a margarina derretida, com o pão úmido de gordura com sabor indescritível. A melhor parte. É uma forma de altruísmo simples, mas não menos importante. Porque é uma parte de mim, ou eu mesma inteira que te quero o melhor. Aquele não se importar se não sorver o último gole do IceTea gelado, ou o último Miliopã salgado do pacote. A melhor parte é tua, pois tu me dedicas os melhores momentos.

Te dou a melhor parte. Sempre.

tumblr_llu0ivtCBw1qaxh06o1_500

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s