Meu projeto de leitura 2016

Algumas semanas atrás, estava organizando as minhas (várias) caixas recheadas de cacarecos que ficaram no meu quarto na casa dos meus pais. Sou do tipo “Monica Geller”, que se encarna a fazer limpeza e ninguém segura, sabe?

idyhpmy8eqz68

Pois bem, no meio da bagunça e a papelada encontrei uma revista Bravo Especial, com a lista dos 100 Livros Essenciais da Literatura Mundial. Ainda imitando Monica Geller (estou descobrindo cada vez mais características em comum com a personagem), quis saber quantos já tinha lido, de forma totalmente competitiva com o resto da família (não me orgulho disso). Busquei ávidamente pelos títulos que poderiam entrar para a minha lista e, como um tapa na cara, descobri somente TRÊS que eu já tinha lido:

  • Os Lusíadas, de Camões;
  • Orgulho e Preconceito, de Jane Austen;
  • On the Road, de Jac Kerouac.

Fiquei chateada. Mas, como eu me conheço, depois de ficar decepcionada comigo mesma, resolvi colocar uma pequena meta para 2016. Este ano preciso ler pelo menos 5 livros destes 100:

  • Madame Bovary, de Gustave Flaubert;
  • O Processo, de Franz Kafka;
  • Moby Dick, de Herman Melville;
  • 1984, de George Orwell;
  • Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis.

Não coloquei uma meta maior por dois motivos: Preciso ler livros sobre marketing e publicidade, que não entram nesta lista, mas também são importantes; preciso ler outros livros que estão na minha interminável lista de leitura, como os da Paula Pimenta, afim de entender melhor o universo onde quero inserir a história do meu livro: o mundo infanto-juvenil. Ao todo, creio que tenho uns 50 livros para ler só em 2016.

Sim. Eu sou bem louca e coloquei um milhão de metas para este ano, mas eu tenho a ideia de que se tudo é muito fácil, você não está se esforçando bastante para crescer. Sou bastante rigorosa com minhas metas de cada ano, inclusive coloco-as sempre em uma tabela do Excel para ter controle do que vou fazendo (mais uma característica de Monica Geller, presumo).

Enfim, hoje, em pleno carnaval, terminei meu primeiro livro, Madame Bovary. A primeira vez que ouvi falar sobre este livro foi em uma aula de literatura no colégio, na qual a professora Rosemar Vidal discorreu sobre o conteúdo de forma apaixonada, enquanto explicava a época do Romantismo. Me interessei já naquela época pelo livro, mas o vestibular me obrigava a ler outras coisas (como Os Lusíadas, que está na lista dos 100).

O livro fala sobre uma mulher que não se contenta com a vida pacata e opaca na qual seu casamento a colocou. Sonhadora, ambiciosa e apaixonada, Emma Bovary deseja as aventuras que lia nos livros, amores ardentes e uma vida de rainha, cheia de glamour e exageros. Tudo isso se passa no interior da França do século 19, mesma época em que o livro foi escrito. O romance foi considerado polêmico e até despudorado por conter trechos em que o autor dá a entender de forma muito explícita que a mulher se deixava atrair pela luxúria e o ardor do adultério. Para quem gosta de clássicos e tem paciência por leituras extremamente detalhadas, é uma ótima opção. Pude sentir o clima da pequena cidade de Yonville, o cheiro da comida, os sons da cidade. Uma viagem instantânea mesmo. Ainda que eu tenha gostado muito da obra, posso dizer que ela não me deixou com aquele sentimento de “saudade”, que sempre tenho ao terminar um livro. Acho que não me apeguei muito à personagem, afinal, ela era a vilã de toda a história. Não me identifiquei. Mesmo assim, vou sentir falta da cidade, dos costumes, da gastronomia da França, pois quase pude provar todas elas.

CayeftjWIAA3ED7

E você? Quantos livros da lista já leu? Quais são suas metas de leitura para este ano? Me conte nos comentários! ❤

Anúncios

11 comentários sobre “Meu projeto de leitura 2016

  1. Eu li Memórias Póstumas de Brás Cubas e Cem anos de solidão. Tenho vários desta lista na minha lista de metas de leitura de 2016, mas mesmo assim também fiquei frustrada! 😦

  2. Pingback: Leituras da vida | Livres e Selvagens

  3. Pingback: 1984 | Livres e Selvagens

  4. Pingback: #Girlboss | Livres e Selvagens

  5. Pingback: Livros que li e coisas que pensei | Livres e Selvagens

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s