Sobre confiar no universo: Renée vai viajar

Oi, tudo bem? Hoje falta exatamente um mês para minha viagem. Vou para Paris, sem nunca sair do Rio Grande do Sul. Mesmo assim, na cara e na coragem, fechei um pacote com a USB Intercâmbio e embarco no dia 06/01/2018. Ficarei hospedada por 14 dias em uma casa de família, com quarto privado e duas refeições por dia. Uma verdadeira vida de francesa por duas semanas.

France Cooking GIF by Disney Pixar - Find & Share on GIPHY

Nunca andei de avião, nunca fui para mais do que três horas de distância da minha casa e estou bem ansiosa, então decidi começar a falar sobre essa aventura e contar para vocês como foi que tudo isso aconteceu e está acontecendo. Senta que lá vem a história!

Sempre fui focada, acredito muito no poder do universo e tenho vários privilégios na minha vida, mas o dinheiro nunca foi um deles: minha mãe é dona de casa, meu pai era agente funerário e eu sou publicitária, e todo mundo sabe que nenhuma dessas ocupações dá muito dinheiro. Após sair de um emprego que eu tinha em uma clínica médica, comecei a receber seguro desemprego. Moro com meus pais, não tenho grandes contas para pagar e, além dessa renda que eu estava recebendo, fazia dois freelas de social media que me possibilitaram um dinheirinho extra, então resolvi investir em uma viagem! E vamos ser sinceros, este é um ótimo investimento.

Fly Flying GIF - Find & Share on GIPHY

Vou estudar Francês Geral na LSI Paris, que fica ao lado do Centre Pompidou e perto da Catedral de Notre-Dame. A escola possui uma ótima estrutura e conta com alunos de mais de 123 nacionalidades diferentes. Serão quatro aulas teóricas e práticas por dia durante as manhãs, de segunda a sexta, que servem para melhorar as expressões de comunicação em uma variedade de situações do cotidiano.

Paris_InFrontOFSchool

Meu local de estudos por duas semanas em janeiro | Foto: Study Expert

Imagina a minha ansiedade! Consegui um bom desconto no pacote de intercâmbio de curso de idiomas por ser baixa temporada e inverno na França. O valor total do pacote, fora os 800 euros que o pessoal da USB Intercâmbio me indicou levar, foi de R$ 9.568,37 incluindo as passagens aéreas, seguro saúde, curso, acomodação e complementos. É uma grana meio assustadora, mas como surgiu a oportunidade me joguei de cabeça. Pensei: quando é que vou ter essa chance de novo? (Espero que não demore muito, mas já que surgiu bora aproveitar né?)

Hehe 🙂

Paris_ReceptionDesk

A entrada da escola de Francês | Foto: Study Expert

É muito engraçado e estranho falar sobre isso, pois nunca imaginei que essa história de viajar pelo mundo começaria tão cedo na minha vida. Ainda nem acredito! É até difícil expressar o quanto é mágico que, em um mês, vou para um lugar que sempre sonhei conhecer, verei neve e andarei por ruas que só vi em filmes. Felicidade pode resumir tudo.

As coisas foram acontecendo bem rápido e admito que fui até um pouco impulsiva, mas não me arrependo. Estudei francês dois semestres no Atelier des Mots aqui em Porto Alegre, e desde o colégio sempre me interessei por filmes franceses, o idioma francês e viajar para Paris. Não poderia ser outro lugar, isso sempre esteve em mim. Então cá estou eu: com muitos boletos de parcelas para pagar, um coração quase saltando do peito e feliz em poder contar sobre essa oportunidade incrível para vocês!

Por favor, me desejem sorte! No próximo post falarei sobre métodos de estudo, cuidado com a saúde e aplicativos que estou usando para me preparar para a viagem. Bora começar a acompanhar minhas peripécias?

Tem alguma dica para me dar? Conta aí nos comentários 🙂

Até a próxima! ❤

ass_renee

Anúncios

Emoção com a Epopeia Italiana

O Rio Grande do Sul é rico em atrações para todo o tipo de turista. De crianças à adultos e idosos, sempre tem alguma coisinha bacana para se conhecer por aqui. Fui convidada para uma Press Trip à Bento Gonçalves, para conferir de perto a Reinauguração do Parque Temático Epopeia Italiana, revitalizado e modernizado depois de 14 anos de funcionamento. O espaço tem 2.000m², dividido em nove ambientes montados para representar cidades, matas, portos e navios que fizeram parte da história da imigração italiana ao Brasil, a partir de 1875.

© sergioazevedo2017

A ambientação do início do passeio se passa na Itália

O Grupo Giordani Turismo investiu pesado para modernizar o espaço. Novos sistemas de luz e som, revitalização dos cenários, novo vídeo e muita emoção, fazem parte do local. Ao entrar no parque, o turista é conduzido por diversos momentos da história de Lázaro e Rosa, um dos primeiros casais que chegou ao Brasil, depois de 36 dias de viagem e mais 10 dias a pé, até finalmente chegar a Bento Gonçalves. Com a promessa de fartura e paraíso, os italianos deixaram seu país para começar uma nova vida, porém, ao chegar ao Brasil, se depararam com muita dificuldade, pouquíssima estrutura e muito trabalho duro pela frente.

© sergioazevedo2017

Até Neve Cenográfica encanta adultos e crianças

Foi muito emocionante pensar em todos esses perrengues, da mesma forma que deve ter sido para meus antepassados. Em diversos momentos, meus olhos se enchiam de lágrimas por lembrar das histórias de fome, de falta de emprego e da decisão por deixar o seu país para perseguir algo melhor. Os imigrantes alemães chegaram cerca de 50 anos antes dos italianos e também tiveram que construir suas vidas do zero, sem qualquer auxílio.

© sergioazevedo2017

Entrar dentro de um porão de navio como aquele onde 20 famílias viajaram por 36 dias

Com a apresentação simpática de um ator que representa Lázaro, o grupo vai sendo conduzido para dentro da história de forma emocionante, sensorialmente. Os ambientes são caprichosamente montados, com luz e som fazendo parte da experiência para todas as idades. O espetáculo dura em torno de 30 minutos.

O ingresso para o passeio custa R$ 25,00. Crianças até 5 anos não pagam.

As apresentações são feitas em horários pré-determinados.

Para mais informações: www.giordaniturismo.com.br/epopeiaitaliana/

E aí? Pensando em passear por estes lados? Conta nos comentários o que você gostaria de ver! Antes de terminar o ano farei uma pequena trip na Serra Gaúcha, vou contar tudo para vocês por aqui e pelas minhas redes sociais, então segue lá! 🙂

Até o próximo post!

Todas as fotos são de Sergio Azevedo.

 

Para fãs de Harry Potter, é o que faltava

Como todo mundo sabe por aqui, eu sou fã do universo Harry Potter desde o início da minha vida de leitora. Não foi o primeiro livro que li, mas um dos primeiros (outra hora conto qual foi o primeiro da minha lista).

Quando criança, o mundo mágico me encantou de uma forma que tudo virou motivo para brincar de bruxaria: um livro antigo na biblioteca da família era transformado em livro de poções mágicas. Um casacão preto era a veste da escola de magia e bruxaria de Hogwarts. Uma pena encontrada no chão era a minha caneta. E assim foi. O que me fez amar a literatura fantástica influenciou até mesmo meu estilo de escrever.

20476631_1379837295403334_3171289246067230590_n

Arte do Evento no Facebook

Agora, sempre que encontro algum evento bacana sobre Harry Potter, acho válido incluí-lo aqui no blog. Potter fãs, preparem-se. Porque a Movetur e a Armada Hogwarts apresentam: Magical Day, dia 02 de setembro.

Uma viagem imersiva para o castelo mais amado do mundo bruxo. Um dia cheio de surpresas embarcando no Expresso e terminando com um jantar encantado no salão do castelo. Com participação especial de Renie Santos e o elenco de A Very Potter Musical Brasil. Ai meu coração.

00063_1-1296828890

Maria Fumaça de Bento Gonçalves / Carlos Barbosa |  Créditos: Jeferson Sold

O pacote dessa galera inclui o Passeio no Expresso Mágico (Maria Fumaça de Bento Gonçalves/RS), um Jantar temático de boas vindas no castelo Cave de Pedra (bebidas não inclusas), o Seguro Viagem, Números musicais ao vivo de A Very Potter Musical Brasil e toda a Tematização especial da Armada Hogwarts, sempre impecável. 😉

foto_05_8

O Jantar será realizado dentro da Vinícola Cave de Pedra, um castelo em meio aos vinhedos

O transporte de ida e volta saindo de Porto Alegre é opcional. A saída é às 12h e o retorno marcado para 23h30 em Porto Alegre. Os preços são um pouco salgados, mas eu entendo que seja um trabalho muito especial, um pacote diferenciado e de imersão nesse mundo. R$ 419,00 com transporte de ida e volta e R$ 365,00 sem o transporte.

Os ingressos podem ser comprados neste link: http://bit.ly/2vjwQmN

Estou juntando minhas moedas pra ir. 🙂

Obrigada pela leitura! Até o próximo post!

 

 

Café do Leitor em São Miguel

Algum tempo atrás fiz um post sobre São Miguel das Missões, que visitei com minha família. São Miguel abriga as ruínas das missões jesuíticas e é uma cidade muito pequena, com estrutura humilde para os turistas. Ainda assim, conheci um local muito especial entre os bairros residenciais de casinhas simples. O Café do Leitor é um espaço charmoso dentro de uma casa antiga e abriga centenas de livros em suas paredes.

01

Entrada do Café do Leitor

O que não encontramos em termos de restaurante na cidade, encontramos na forma deste café, que guarda em seu interior uma comida gostosa e caprichada. O cardápio não é muito variado, mas toda a gastronomia é preparada com muito cuidado. A decoração é simples e lembra cafés dos anos 60, com a cor vermelha em destaque nas paredes e até na cafeteira retrô.

02

Lembra até um café dos anos 60 né!

Em todas as paredes, vemos livros, quadros e muitos souvenires. Daquelas coisas que só quem gosta de comprar lembrancinhas de viagem entende. Uma volta ao mundo dentro do espaço. Os livros são só para leitura dentro do café. Quer comprar uma edição? Desculpe, mas não. Cada volume faz parte da biblioteca pessoal do proprietário e deve ser apreciado em uma das poltronas do local.

03

Acervo de livros do proprietário

Dentro de uma cidade tão esquecida, encontrar o Café do Leitor foi uma inspiração real e para a criação de muitas histórias.

Airbnb e o Clube de Anfitriões

Quem acompanha o blog há mais tempo, sabe que comprei um apartamento no final do ano passado e tenho montado ele aos pouquinhos para que se torne meu Lar Doce Lar (faltando o Luciano Hulk pra colocar umas decorações mucho loucas aqui em casa). É um apê lindo, iluminado e cheio de energia boa. Com decoração minimalista, mas bem alto-astral. Enfim.

20170626_212822-01

Já era fã. Agora ainda mais!

Decidi colocar o apê no Airbnb para receber turistas e ganhar uma graninha extra. Aliás, você conhece o Airbnb? Uma plataforma onde pessoas colocam suas casas / quartos para alugar e pessoas que querem viajar locam casas / quartos. Um TINDER de hóspedes e anfitriões! Hahah! Já usei algumas vezes e virei fã, pois é um modelo de hospedagem de qualidade e mais econômica para quem viaja. Em Praga, ficamos na casa da querida checa Bozena (somos amigas no face até hoje e ela curte tudo o que eu publico, um amor!).
Mas, voltando ao assunto, alguns dias atrás, recebi por e-mail o convite para participar do Clube de Anfitriões de Porto Alegre. Uma iniciativa do Airbnb para todas as pessoas que locam seus espaços pelo site e querem trocar experiências e tirar dúvidas. O Clube foi lançado no Nós Coworking em um evento que foi puro carinho e simpatia. Todos os anfitriões foram recebidos com mimos e muito bem alimentados com canapés e mini-porções.

20170626_191913-01

Me ganharam dando caderninho

20170626_191442-01

Parece só para decoração

 

Nos foi apresentada a plataforma, além das muitas dúvidas que foram respondidas. Dá aquele medinho de receber pessoas desconhecidas em casa. Vai que alguma coisa quebra? E se a pessoa não for bacana? Tudo isso é muito comum para nós, iniciantes. Mas o bacana foi conhecer outras pessoas que também abrem suas casas para quem quer conhecer Porto Alegre. Muitos deles, com pins de Super Host, ou seja, pessoas exímias na arte de receber bem. Alguns, desde 2012!

A proposta é sensacional e muito humana. Além de conhecer pessoas novas de outros lugares, outras culturas, você também pode ensinar a sua, mostrar a cidade, apresentar seus cantinhos preferidos. Isso faz toda a diferença na vida das pessoas. O contato, o mimo, a forma de receber. E assim foi o encontro do Clube de Anfitriões do Airbnb: puro carinho e muito estímulo para entregar o mesmo para quem quiser conhecer a capital gaúcha.

20170626_191351-01.jpeg

I ❤ Airbnb

E você? Já pensou em receber alguém na tua casa? Me conta! Quem sabe um dia me hospedo por aí! 🙂

Obrigada pela leitura e até o próximo post.

Ruínas de São Miguel das Missões

Este foi o ano eleito para conhecer melhor o que o Rio Grande do Sul tem a oferecer em termos de turismo, tanto pela vontade de entender melhor a nossa história, quanto pela questão financeira (ainda estou investindo no meu apartamento!). Quando meus pais comentaram que levariam meus avós para uma viagem de carro a São Miguel das Missões, animei na hora e praticamente pulei para dentro do carro. Enquanto meus avós estiverem por aqui, pretendo aproveitar todos os momentos de aprendizado!
Então, no início de Maio, entramos no carro às 6h da manhã e tomamos rumo à cidade de São Miguel. A viagem durou cerca de 7 horas, mas a paisagem que víamos pelo vidro era linda: muito verde, muitos campos de soja e arroz, ovelhas e um céu azul maravilhoso.

Chegamos a São Miguel e descobrimos uma cidade pequena, sem estrutura para o turista. Os restaurantes são escassos, poucos locais aonde ir. O hotel Tenondé é o mais estruturado, sendo lindo e muito charmoso. Em breve faço um post só sobre o hotel.

Nosso almoço foi no terrível Aldeia Grill, um restaurante arrumadinho, porém com comida tristemente mal preparada. O galeto queimado coroou a viagem cansativa. Mesmo assim, decidimos manter a esperança nos outros estabelecimentos, o que sempre é ótimo quando se viaja: positividade.

Decidimos visitar as ruínas no mesmo dia em que chegamos. Assistimos a um vídeo sobre a Redução de São Miguel (nome dado ao trabalho realizado pelos jesuítas nos séculos 17 e 18). O vídeo, criado amadoramente nos anos 80, não deixa de mostrar a situação em que o turismo no Rio Grande do Sul se encontra: largado às traças. Sendo Patrimônio Histórico da UNESCO e preservado pela IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), eu esperava que o conteúdo apresentado aos turistas fosse de qualidade infinitamente superior.

18596722_1545129965519825_1837912241_o

As ruínas que contam histórias

Enfim, nenhum desses obstáculos diminuiu o esplendor das Ruínas de São Miguel. A grandiosidade, a energia, a história deste local são emocionantes. Ao pisar nas terras onde índios como Sepé Tiarajú lutaram e morreram com gritos de “Esta terra já tem Dono”, meu coração bateu mais forte. Alugamos o audioguia (R$ 5,00), que me encheu de informações incríveis sobre a história do monumento que se estendia diante de mim. Uma aura de leve culpa paira por dentro das ruínas. Pela história, pela ignorância, pelas mortes causadas ao povo que vivia ali e queria defender suas terras. Um sofrimento causado pelos “invasores”, cujo interesse era ouro e extrair tudo de valioso o que o mundo tinha a oferecer.

18575693_1545129828853172_1405696077_o

Com meu pai, que me explicava mais sobre história

À noite, o espetáculo de Som e Luzes faz o turista sentar-se cara a cara com as ruínas, no frio e no escuro, para acompanhar a história contada em poesia pela própria em uma conversa com a Terra Missioneira. A voz da ruína, interpretada por Fernanda Montenegro ecoa dentro do corpo e arrepia todos os cabelos. Encontrei o texto inteiro do espetáculo neste link aqui. Vale a pena ler, ou, se houver uma oportunidade, vale a pena conhecer ao vivo as tristezas do massacre ao povo Guarani.

Realmente, uma emoção muito grande! Vou contar mais sobre o que vimos por lá em outros posts. Espero que tenham gostado e sintam vontade de conhecer as Ruínas de São Miguel das Missões.

Se você já visitou, me conta como foi!
Até o próximo post!

 

 

 

Emoções do final de semana

Oi pessoal! Queria contar pra vocês tudo de incrível que aconteceu neste final de semana. Foram tantas emoções que nem sei se consigo lembrar de tudo! Acordei no sábado com sol e agradeci ao universo pelo dia lindo que estava por vir, pois logo à tarde teríamos uma ação que criamos para uma das clientes da Desiderata, a Prímea. A ação consistia em uma experiência linda ao ar livre, no Parque Moinhos de Vento, aqui em Porto Alegre. O Aulão de Yoga da Prímea aconteceu às 15h com a ajuda dos meus pais na montagem e o apoio do Curso de Gestão do Desporte e do Lazer do IFRS Restinga, com organização da super talentosa Fabi Kayser. A tarde ficou meio nublada, mas tudo deu super certo, a aula ao ar livre foi linda e só tivemos ótimas energias circulando entre os participantes. Sucesso total!

01

Foto: Gabriela Baum

02

Foto: Gabriela Baum

Logo em seguida, tomei rumo junto com meus pais a Bento Gonçalves, a linda capital do vinho, na Serra Gaúcha. Fomos para lá por um motivo muito especial: a formatura de ambos no Curso de Sommeliers Profissionais da ABS-RS.

03.jpg

As fotos ficaram escuras, mas o momento tinha que ser registrado né?

Formatura da pré-escola, do ensino fundamental, do ensino médio, do curso técnico, da faculdade, da pós-graduação. Eles estiveram presentes em TODAS elas. Sem exceção. Até minhas graduações no escotismo tiveram a presença dos meus pais. Eu PRECISAVA estar na formatura deles. Era uma questão de agradecimento por todos esses anos de apoio e amor. Fiquei emocionada por vê-los subindo ao palco, ganhando seus pins de sommeliers e seus certificados. Mais ainda quando meu pai foi chamado ao palco novamente por ser o aluno com maior nota entre todas as turmas desde a abertura do curso. Que orgulho, minha gente. Foi lindo, pois vi o quanto os dois estudaram, focaram nos livros, países, uvas e outras informações técnicas sobre o mundo dos vinhos. Um curso difícil e que mudou a forma como eles vêem (e bebem) o vinho.

Terminada a formatura, comemoramos com pizza, espumante e uma bela noite de sono no hotel.

04

Olha que amor a entrada!

No dia seguinte, domingo, decidimos visitar a Casa da Ovelha, um espaço que estávamos há tempos querendo conhecer e nunca conseguíamos. Foi sensacional. O espaço conta com muitas atividades incríveis de contato com a natureza e os animais. Assim que chegamos, já conhecemos a arte da Falcoaria, com direito a segurar uma coruja e um gavião. É uma experiência que envolve respeito ao animal silvestre. Eles são muito elegantes! (Me senti em Hogwarts!).

05

Este é o Gavião Ades! Foto de Astrid Jacobus

06

O senhor coruja, Elvis. Foto de Astrid Jacobus

Depois desta primeira emoção, fizemos degustação de queijos e outros produtos vindos do leite de ovelha (os queijos de leite de ovelha são chamados de pecorinos). Eram queijos de vários períodos de maturação, provamos inclusive um que estava há 500 dias descansando! Todos uma delícia (e sem lactose, por estarem há mais de 40 dias em maturação).

Entre as atividades, também tive a oportunidade de alimentar as ovelhas adultas, muito ansiosas e simpáticas (elas só têm dentes na parte de baixo da boca, sabia?).

07

Elas eram tão ansiosas que quase pulavam as cercas!

Pude dar mamadeira para os bebês, que eram muito doces. Vontade intensa de levar uns pra casa! Um deles inclusive achou que meus dedos eram uma mamadeira! Haha!

08

Alguns tinham nascido no dia anterior!

E enfim, assistimos ao incrível trabalho dos cães da raça Border Colie no pastoreio das ovelhas. Os cães são inteligentes, bem treinados e cheios de energia, correm muito para colocar as ovelhas dentro de uma cerca ou onde for necessário. Haja adestramento!

Tudo isso em um espaço bem organizado e com atendimento exemplar nos Caminhos de Pedra, em Bento Gonçalves. A entrada no parque custa R$ 40,00 por pessoa (adultos) e você pode fazer todas essas atividades.

Caramba, muitas emoções né? Um final de semana para se recordar, com toda a certeza!

Viagem nossa de todo ano

Meu objetivo de vida é ter condições de viajar todo ano. Não precisa ser uma viagem mirabolante, um mochilão pela Europa, um cruzeiro nas Ilhas Maldivas. Conhecer locais que nunca fui e que são culturalmente ricos. Ponto.

Em 2015 consegui juntar uma graninha para fazer um mochilão low cost na Europa. Foi demais, sinto muitas saudades dos três países que tive a oportunidade de visitar: Irlanda, França e República Tcheca.

2016 foi um ano de muita mudança. Comprei um apê, a Desiderata se mudou para um casarão lindo no bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre. Foi muita coisa, muito custo, muito gasto. Eu não ia conseguir viajar para lugar algum. Mas meus pais, recém aposentados e doidos para fazer coisas, resolveram fazer uma pequena viagem de 5 dias para o Uruguai e (graças ao universo), me convidaram para acompanhá-los. Obviamente, aceitei o convite na mesma hora e aguardei ansiosamente para que chegasse o mês de novembro. O pacote da Agência Bem Vino envolvia transporte (bus), hospedagem e vários passeios que já estavam inclusos, além de conhecer Montevideo, algumas vinícolas famosas e Punta del Este.

Chegando a Montevideo pela manhã, tomamos café no hotel e tomamos rumo para um city tour super bacana, que nos levou aos principais pontos turísticos da cidade.

16880269_1451529554879867_18053079_o

Paradinha na Praça Independência – onde fica o monumento de Artigas

16935385_1451531968212959_2086620120_o

Amo essas plaquinhas! Mercado del Puerto – Montevideo

16930460_1451532018212954_1958208193_o

Chopería Mastra, no Mercado Agrícola de Montevideo (Peça o chopp da casa, uma ótima surpresa com sabor de maçã e canela)

Aprendemos muito no city tour, inclusive que o nome da cidade, MONTEVIDEO, é o significado de MONTE + número romano que representa o SEIS (VI) + de Este a Oeste. Muito antigamente a cidade era o 6º monte de leste a oeste, o que resultou na palavra MONTE + VI + DEO. Achei isso sensacional! 🙂

Como este era um passeio voltado ao mundo dos vinhos, na primeira noite tivemos degustação com análise de alguns azeites de oliva também. No dia seguinte, visitamos a Bodega Bouza, linda e cheia de estilo.

16930672_1451531914879631_194272384_o

Fizemos visita guiada pelo vinhedo e pelo espaço lindo onde ficam as barricas

 

16935833_1451531888212967_106935794_o

Foco na simpatia do morador, que caminha livremente no espaço.

Foi uma visita bacana, com almoço-degustação enorme (e meio sem graça, devo dizer). Saímos alegres rumo à maior vinícola do país, a Juanicó.

16930881_1451531868212969_512987012_o

O espaço ao ar livre é encantador.

Confesso que a esta altura, já estava cansada e não conseguia mais distinguir muito as coisas entre um vinho e outro (não que eu saiba alguma coisa, haha!). Terminamos o dia comendo em uma Pizzaria perto do hotel, daquelas nada turísticas, cheias de locais apreciando um jantar tranquilo.

Subimos no ônibus novamente rumo ao lugar que mais gostei. A Garzón não é somente uma vinícola ou uma área de produção de azeites de altíssima qualidade. É um negócio milionário, familiar, que emprega mais de 1000 funcionários e se baseia na qualidade do solo para criar seus produtos. São vinhos, azeites de oliva, amêndoas, mel, pães. Uma infinidade de produtos deliciosos que precisam ser provados várias vezes para aproveitar cada saborzinho. Além disso, é arquitetura. Arte. Decoração de encher os olhos. É muito bom gosto.

16880282_1451531144879708_666952759_o

Todo mundo faz um passeio de trator pelas propriedades

16881034_1451531158213040_1915863718_o-1

Não deixe de provar e comprar azeites PELAMORDEDEUS

16880559_1451529764879846_1810134908_o

Pela vinícola, investimento de cerca de 90 milhões de dólares

16880707_1451594568206699_278586933_o

O almoço foi delicioso, mas a entradinha foi SENSACIONAL: Ceviche, eu te amo!

Sem dúvidas, fiquei encantada por este lugar. Mas precisávamos partir e ir até Punta Del Este para conhecer os dedinhos na praia em que todo mundo tira foto! É claro que eu também me fotografei com eles, bem turista que sou!

16880730_1451529581546531_1609202826_o

A cidade estava bem vazia. Nem as lojinhas não abriram.

16910813_1451528351546654_618597713_o

Passadinha na Casa Pueblo, de Vilaró – Apaixonada por seus sóis!

Tá certo. Sei que este post já está longo demais. Mas queria mostrar tantas coisas para vocês! Não queria publicar dois posts, gostaria que vocês vissem como foi bacana o passeio de forma mais ampla! 🙂

Para finalizar, fica o registro bônus da TRUMP TOWER de Punta del Este. Sim. A torre do Trump. Com a cara dele na frente. Sim. Acredite. E até o próximo post.

16930909_1451529674879855_1050995943_o

O final de semana isolado perfeito

Foi difícil ficar sem internet por alguns dias. Mas foi maravilhoso. Ao mesmo tempo em que eu tentava pegar sinal no meio do mato onde ficamos, minha mente me mandava parar de procurar conexão com o mundo digital e me conectar comigo mesma, com a natureza, com o córrego que fluía solto ao lado da casa.

Meus irmãos e cunhadas me convidaram para fazer uma viagem, pois estavam de férias e queriam curtir em algum lugar. Pensamos em muitas opções, mas a previsão de chuva nos amedrontava. Então escolhemos no Airbnb uma casinha tranquila em Gramado. Não imaginávamos que fosse ser muito mais do que uma casinha tranquila: uma fuga da vida agitada, um convite à inspiração, um recanto de paz.

13549084_1216613105038181_1871371752_o

Saímos cedo na sexta-feira, pois queríamos passear na neve do Snowland, que fica na entrada de Gramado. Brincamos de neve, fizemos patinação no gelo e comemos pizzas caras no almoço. Foi tranquilo, foi favorável. Para quem já viu neve cair do céu como pequenos flocos de diamante, foi agradável, especialmente pela companhia.

13524200_1216613181704840_928294150_o

Congelando na Snowland

Chegamos na casa onde ficaríamos hospedados às 17h30 e nos apaixonamos pelo local. Um paraíso de árvores, com um córrego ao lado. Dois Golden Retriever nos receberam com grandes sorrisos e beijos babados. Era muito melhor do que poderíamos imaginar.

13524032_1216613238371501_1072412538_o

Esta é a Maui

No sábado fizemos picnic no Parque do Caracol, em Canela. Sanduíches de frango preparados pelo Guilherme e a Letícia encheram nossas barrigas vazias depois de uma trilha deliciosa pelo enorme parque repleto de araucárias. Voltamos para casa cedo e curtimos o terreno ao ar livre, o sol abençoando nossa tarde, sem qualquer previsão de chuva. Levei meus materiais para começar a aprender aquarela. Um luxo pintar ao ar livre com dois cães (que mais parecem leões) sentados ao lado!

13569992_1216613155038176_618599336_o

No Parque do Caracol

13555757_1216613078371517_896880485_o

Aprendendo aquarela

À noite, comemos fondue no centro de Gramado. Ficamos totalmente cheios! Indico o restaurante Carlito’s Prime: ambiente agradável, música boa (que ficávamos cantando em uníssono) e bons ingredientes. Dormimos depois de uma sessão de Scotland Yard que revirou nossas mentes e causou polêmica! 🙂

13555789_1216612968371528_1936347168_o

Fondue!

Domingo acordamos e aproveitamos ainda mais o espaço da casa. Corremos e rolamos com os cachorros, eu terminei de ler “Como eu era Antes de Você” e quase morri chorando (mas isso é tema para o próximo post). Cheguei em casa de alma lavada e a certeza de que a semana ia ser incrível. Nada como um tempo longe de todo o resto para descobrir que o bom é estar perto de si mesmo.

13555862_1216612935038198_1630833520_o (1)

Roots e Maui correndo alegres